quarta-feira, 24 de junho de 2009

Minha alma nua



Minha alma nua



Minha alma nua a caminhar

Pelo espaço do seu corpo

Minha alma nua a procurar

Seu doce beijo em meu rosto

Minha alma nua a navegar

Pelos mares desconhecidos

Minha alma nua, a viajar.

Por lugares escondidos

Minha alma nua quer encontrar

A sua alma que nua está

Espera-me em seu corpo

Procura-me no seu rosto

Que navega em meu mar

Que juntas vão viajar

Que ninguém pode imaginar

Onde tudo que vamos levar

E a paixão que tem nossas almas

Que mesmo sem um corpo

Vivem a se amar como loucos.

Nas ondas no mar

Na brisa das manhãs

Eu quero te tomar

Como sendo suco de romã



João rr

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Gostar de Ti


Por vezes tenho medo de dizer
Porque?
Gosto demais de você
Tenho medo que se afaste
Ao saber o que sinto por você
Por vezes tenho medo de escrever
Por que tenho medo
Que se afaste ao ler
E ao saber
O amor por você ter
Eu adorava que fosse
Para o resto da vida!
Esse é meu desejo
Agora…
Além de pedir a Deus para abençoar
Peço também
Para não se afastar
Ao saber do meu desejo
Jrr

Te Amo


Te amo
Não pelo que tens exteriormente
Mas sim pelo que tens interiormente.
Te amo… simplesmente, te amo,
Não para minha felicidade arriscar
Nem para a tua estragar.
Te amo… simplesmente, te amo,
Te amo não por sexualidade
Mas sim por felicidade.
Te amo… simplesmente, te amo,
Não por seres linda,
Não por seres sã e com saúde.
Te amo… simplesmente, te amo,
Te amo por seres como és
Te amo por ser como sou.
Te amo… simplesmente, te amo,
Por seres a mulher mais especial
Que algum dia vi ou conheci!
Te amo… simplesmente, te amo,
Porque não sou eu quem manda
Te amo… porque és tudo para mim!
Te amo… simplesmente te amo,
E sinto tua falta
Como sentiria falta
Do sangue que corre nas minhas veias!
Te amo… simplesmente, te amo…
Jrr

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Madeira terra linda


Quero abraçar-te no meu calor
Nos lençóis do meu pensamento
Cobrir teu corpo com o meu
Pedi ao sentimento guarita
Deitei-me no colo da esperança
Espera longa mas útil
Voltei a sonhar contigo
Deixando meus rastos em ti
Não voltastes e fiquei gelado
Jrr

domingo, 14 de junho de 2009

Teus Olhos


Há luz nos dos teus olhos
poesia mais linda
e mais colorida.
Tem sonoridade,
música de Verdi
mais suave da vida.
Teus olhos encantam
e vibram como início da balada.
Teus olhos dizem doçura,
um doce mais do que doce,
o mais apetecido.
A luz que brilha em teus olhos
tem luzes intensas,
é alegria sorrisos,
imensamente felizes.
Teus olhos são belos,
teus olhos seduzem,
teus olhos iluminam.
São dádivas do Deus!
São os teus olhos
JRR

sexta-feira, 5 de junho de 2009

beija-me


Beija-me!
Beija-me como eu quero
Muito. Muito. Mais
Do teu jeito
Com os lábios do teu amor
Com o néctar adocicado
Pelo sabor do meu céu
Beijo que não sei definir
Direito.
Se é o teu jeito
Que me enlouquece
Que me entontece
Beijo maroto
Safado
Assanhado
Molhado
Espalhado.
Busco senti-lo
De corpo e alma
Mas do jeito que
Me acalma.
Morrendo em minha boca
Qual uva madura
Colhida no pé do desejo
Em cachos deslizantes
Pelo meu corpo suado
Te amando.
E beijando
Colhendo mordendo
Meus lábios primeiro
Que sabe beijar!
Espalhando desejo
Com teus beijos.
Com esse teu jeito
Doído de amar!
JRR

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Loucura

A loucura é saudável
A ousadia é importante
A rebeldia é controlável
A independência é repugnante

Será que há diferença ?
Ou é apenas outro jeito de enxergar
Às vezes parece que não vejo nada
E que os olhos são só para enfeitar

Louca é louca, insinua
Teus beijos atormentam
Vem para rua
Meus desejos aumentam

Fome de amor

A fome de ti é tanta, amor,

e te mastigo tanto enquanto respiro,

que da solidez dentre as pernas tuas

ao vácuo dentre as pernas minhas,

entre vens e vãos

te como,

te sorvo,

engulo,

suspiro.

E por tanto querer-te assim, amor,

meu paladar só de ti se impregna,

tanto, que do mel da árvore tua,

tanto, que do fel da seiva minha,

entre falos e lábios

te beijo,

te sugo,

salivo,

deliro.

Morde-me a carne, a pétala, a alma,

lambo-te a pele, o caule, a calma,

delícia entre dentes, entre lábios, entrelinhas.

Tuas cores, meus aromas, teus sabores,

sal no corpo suores.

Consumo de ti em mim.

Ah, faminta e esfomeada fantasia,

Dura vida

A brisa suave toca meu triste rosto
Que chora sem ao menos molhar os olhos

Choro calado, sozinho ao sentir a dor
A mão tremula tenta escrever
Por essas mal traçadas linhas
O que sente? Estar doente!
Não se escolhe a doença mas ela chegou.

O vento bagunça meus sentimentos
Meus olhos tristes, ao se verem pálidos no espelho

Chega! Não consigo mais!
Pensar, escrever ou dormir
Não quero mais viver assim
Pare o mundo que eu quero descer!
Não sei mas, espero voltar melhor

O amor é assim

O Amor é assim:

É sentir o carinho,
É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristeza.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
È a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
O amor é assim
Apenas vive!
Dentro de nós

que amor é esse

Que amor é esse que te causa arrepios
Quando olho para o teu sorriso
Que amor é esse que queres esquecer
Quando olho teu corpo despido
Que amor é esse se dizes que não faz sentido
Quando minha boca desliza pelos teus seios
Que amor é esse que me parte o coração
Que me faz cair nas suas falinhas mansas
Que amor é esse se me dizes que é loucura
Quando evitas a minha presença
Que amor é esse que me deixa tonto
Quando entre beijos e abraços você diz que não me ama
Que amor é esse que termina a cada instante

Te liberto

Amor não tem hora
Muito menos um tempo determinado
Eu te liberto se estas cansada,
Se já não me queres tanto
Pronunciaste num som
que eu sempre havia imaginado
Se na verdade já não tenho significado
fico como um filme sem som
Chegou a hora sei que não é por vaidade
No teu tempo determinado
Esgotou-se a saudade
Se tenho de ficar contigo que seja por amizade
Não quero que fiques por favor
em sentido figurado

Te liberto sim desse amor
O tempo esgotou-se eu sabia
Outro amor você teria

Teu carinho

No teu carinho
Encontrei a sinceridade
E na tua imagem
Tive o prazer que desejava
No teu aconchego
Segui o trilho certo
Em meus olhos
Vi uma pessoa nova
Na beleza da tua face
Vi a verdade
Nos teus abraços
Vi e senti o calor humano
Em teus beijos
Vivi o amor
E em ti, fico como um tolo
Minha querida e companheira
Não só por um dia ou uma noite
Mas para toda a vida

quarta-feira, 3 de junho de 2009

penso em ti


Penso em ti. Constantemente
Esquecer-te
Não posso jamais
Haja o que houver
Amar-te-ei sempre.
Parte de minha vida
Eu te amo muito
Não vivo sem ti
Haja o que houver
Amar-te-ei sempre
Peço-te querida
E imploro-te
Não me deixes de amar que eu
Haja o que houver
Amar-te-ei sempre
Portanto meu grande amor
Eu sempre hei de te amar
Nunca jamais deixarei
De te querer
Haja o que houver
Amar-te-ei sempre